POLITICA - O que Deus tem a ver com isso?




Enfim consegui, com meus passos curtos cheguei até a porta da frente de casa, e pedi para o vendedor de queijos parar. Ele passa raramente em minha rua, com seu carro de som às alturas com seguinte jingle: "entra na minha casa, entra na minha vida (a música começa e vem a chamada)...venham comprar queijo direto de minas, temos também salgados por apenas R$10,00."

Falar de queijo mineiro para uma filha, neta, irmã, sobrinha, prima de mineiros, não deixa de ser uma tentação ao bom costume familiar.

Compro o queijo do vendedor e vejo um versículo bíblico na sua camiseta e pergunto:
- O senhor vai a igreja?
Ele: sim e a sra é evangélica?
Eu: Também. (Não disse que era evangélica porque não gosto deste termo)
Ele: Já tem candidato?
Eu: Estou estudando ainda..
Ele: Tenho um, é da minha igreja, vamos "por" ele lá dentro, mas se algo der errado ele vai se ver é com Deus, porque ele canta no louvor!

Pego o folheto
e digo para o meu vendedor de queijos: Tá bom, eu vou pensar.

Fecho a porta, entro em casa e a argumentação do vendedor de queijos não me sai da cabeça.

Depois eu exclamei para Deus: - É Deus, se algo der errado o Senhor que vai ter que resolver... já que é assim...se der errado não existe outro responsável pra resolver... a não ser o Senhor...vou evitar de te dar trabalho.

Fiquei pensando no que está sendo ensinado nos púlpitos das igrejas referente a política. E não somente sendo ensinada, mas como está sendo executada a política pelos membros da igreja.

A determinação do vendedor/irmão: "Vamos colocar ele lá dentro" - me levou a fazer perguntas tais como, para que "por" lá dentro pessoas da igreja, qual interesse da igreja? Qual motivação?

Então vejo que Deus não é consultado para "por" o sujeito na política, visto que se vamos "por" lá dentro o sujeito, somos nós que o colocaremos, mas Deus é quem resolva se algo der errado. Isto me assusta, já pensou se a moda pega para outras áreas da vida? Acho que sobre modismo, eu não ando atualizada.

Porque o sujeito que canta no louvor é altamente "monitorado" por Deus, e os outros membros não? Se o levita pecar acontece o que? Levita é um termo erroneamente usado nos dias atuais para àquele que trabalha no ministério de louvor de igrejas. Um termo empregado no velho testamento, era uma família separada para trabalhar no templo desde o altar até os portais, seu sustendo vinha dos dizimos 10%, e por isso foi isenta de dizimar pois não exercia outra profissão. Se fossemos pela lei judaica do antigo testamento, o levita 'candidato' já estaria reprovado por Deus.

Se o povo está sendo ensinado bem ou mal sobre política não sei, mas que há um certo oportunismo doutrinário sendo executado pelos fiéis, isso há! E o que Deus tem a ver com esta história é: "Deus é Senhor para resolver os problemas das pessoas, mas é apenas servo nas escolhas que elas fazem. Resumindo, Deus, a gente escolhe e o Senhor conserta."

Joguei o folheto no lixo, neste eu não voto.



Para meditação:
Tiago 4:13  Atendei, agora, vós que dizeis: Hoje ou amanhã, iremos para a cidade tal, e lá passaremos um ano, e negociaremos, e teremos lucros.
14  Vós não sabeis o que sucederá amanhã. Que é a vossa vida? Sois, apenas, como neblina que aparece por instante e logo se dissipa.
15  Em vez disso, devíeis dizer: Se o Senhor quiser, não só viveremos, como também faremos isto ou aquilo.
16  Agora, entretanto, vos jactais das vossas arrogantes pretensões. Toda jactância semelhante a essa é maligna.
17  Portanto, aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz nisso está pecando.


Carla Berigo
23.08.2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não serão publicados comentários ofensivos nesta página.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

+ Vistos da Semana