Nem Culpa Falsa, Nem Culpa Verdadeira


Eu dou graças a DEUS que conheci minha terapeuta, Maria Candida Becker. Ela me ensinou sobre a culpa falsa e a culpa verdadeira.

A culpa falsa é aquela que acusam coisas que não são de sua responsabilidade e a verdadeira é aquela fruto do pecado, que confessado a DEUS, JESUS CRISTO, nosso Advogado anula a causa.

E como foi maravilhoso ser liberta das culpas falsas, e das verdadeiras então, nem se fala!

Ninguém tem o direito de jogar na cara de ninguém os pecados confessados e muito menos as culpas que falsamente apontam o dedo.

É lamentável que muitos cristãos se comportam como a mídia, levantam questões da moralidade dos seus próprios irmãos, expoem os irmãos à atos vexatórios.

Se é para comparar, porque realmente a vaidade, a soberba e a arrogância anda solta, ultimamente Satanaz anda em desvantagem em relação a alguns crentes sobre a questão do comportamento, ele demonstra mais temor a DEUS e obediência, porque cessa a acusação quando a pessoa confessa seus pecados.

Mas os crentes são donos da verdade! E como o amor se esfriou de muitos o importante é ter razão, a moda é a competição motivada por alguma rejeição. Comigo não! Posso até ser rejeitada e desprezada, mas não cairei nessa de competir!

A competição é mundana, o partidarismo nojento do mundo alcançou muitos corações. O importante é ter razão, custe o que custar!

Ódio mascarado, amargura mascarada, olho por olho, dente por dente, esse é o comportamento...porque é melhor ser melhor!

É preciso muito temor para falar das pessoas, se há acusação dos pecados de honestidade nos outros, é preciso tirar a trave do próprio olho, pois a própria lingua é a evidência da falta de honestidade, a contenda é considerada pecado tanto quanto os outros!

Quem quer provar ser melhor que os outros falando mau dos outros, já provou que não é melhor! E isso vale também para quem se acha grande e maior. Jesus disse que quem quer ser maior, sirva...e, acrescento... não chicoteie com a língua, aos outros! Ame ao seu próximo como a si mesmo, o amor seja sem hipocrisia... sem a hipocrisia dos fariseus!

"Andemos honestamente, como de dia; não em glutonarias, nem em bebedeiras, nem em desonestidades, nem em dissoluções, nem em contendas e inveja." [Romanos 13:13]

*Este texto de minha autoria foi publicado em meu Facebook 18/06/2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não serão publicados comentários ofensivos nesta página.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

+ Vistos da Semana