A IMPORTÂNCIA DA BÊNÇÃO DOS NOSSOS PAIS.


Nesta quinta-feira, estava a meditar em um texto bíblico na hora do meu almoço e compartilhei algo com uma colega do meu trabalho, que gostaria de deixar aqui registrado, quem sabe um dia, minha filha possa ler estas minhas linhas, e se por algum impedimento em minha vida, eu não puder ensiná-la, que ela possa tomar para si, estas lições.

Meus pais não são cristãos protestantes, mas mesmo assim, o que sabem da bíblia me ensinaram com caráter e bom senso! Nunca esqueço de várias palavras de ânimo, força e de advertências, e neste ano de 2010 , eu que não posso mais ouvir mais meu pai, ouvi de mamãe, palavras tão fortes, exortadoras e animadoras, que fortaleceu a minha alma e reconheci o quanto DEUS a usou para abençoar minha alma.

Então li nas escrituras tais passagens: 1 Reis capítulo 2...
1 ¶ E aproximaram-se os dias da morte de Davi e deu ele ordem a Salomão, seu filho, dizendo:
2 Eu vou pelo caminho de toda a terra; esforça-te, pois, e sê homem.
3 E guarda a observância do SENHOR, teu Deus, para andares nos seus caminhos e para guardares os seus estatutos, e os seus mandamentos, e os seus juízos, e os seus testemunhos, como está escrito na Lei de Moisés, para que prosperes em tudo quanto fizeres, para onde quer que te voltares.
4 Para que o SENHOR confirme a palavra que falou de mim, dizendo: Se teus filhos guardarem o seu caminho, para andarem perante a minha face fielmente, com todo o seu coração e com toda a sua alma, nunca, disse, te faltará sucessor ao trono de Israel.
5 E também tu sabes o que me fez Joabe, filho de Zeruia, e o que fez aos dois chefes do exército de Israel, a Abner, filho de Ner, e a Amasa, filho de Jéter, os quais matou, e em paz derramou o sangue de guerra, e pôs o sangue de guerra no seu cinto que tinha nos lombos e nos seus sapatos que trazia nos pés.
6 Faze, pois, segundo a tua sabedoria e não permitas que suas cãs desçam à sepultura em paz.
7 Porém com os filhos de Barzilai, o gileadita, usarás de beneficência, e estarão entre os que comem à tua mesa, porque assim se chegaram eles a mim, quando eu fugia por causa de teu irmão Absalão.
8 E eis que também contigo está Simei, filho de Gera, filho de Benjamim, de Baurim, que me maldisse com maldição atroz, no dia em que ia a Maanaim; porém ele saiu a encontrar-se comigo junto ao Jordão, e eu, pelo SENHOR, lhe jurei, dizendo que o não mataria à espada.
9 Mas, agora, o não tenhas por inculpável, pois és homem sábio e bem saberás o que lhe hás de fazer para que faças com que as suas cãs desçam à sepultura com sangue.
10 E Davi dormiu com seus pais e foi sepultado na Cidade de Davi.
11 E foram os dias que Davi reinou sobre Israel quarenta anos: sete anos reinou em Hebrom e em Jerusalém reinou trinta e três anos.
12 ¶ E Salomão se assentou no trono de Davi, seu pai, e o seu reino se fortificou sobremaneira.

A segunda passagem está em 1 Reis capítulo 3:

5 ¶ E em Gibeão apareceu o SENHOR a Salomão de noite em sonhos e disse-lhe Deus: Pede o que quiseres que te dê.
6 E disse Salomão: De grande beneficência usaste tu com teu servo Davi, meu pai, como também ele andou contigo em verdade, e em justiça, e em retidão de coração, perante a tua face; e guardaste-lhe esta grande beneficência e lhe deste um filho que se assentasse no seu trono, como se vê neste dia.
7 Agora, pois, ó SENHOR, meu Deus, tu fizeste reinar teu servo em lugar de Davi, meu pai; e sou ainda menino pequeno, nem sei como sair, nem como entrar.
8 E teu servo está no meio do teu povo que elegeste, povo grande, que nem se pode contar, nem numerar, pela sua multidão.
9 A teu servo, pois, dá um coração entendido para julgar a teu povo, para que prudentemente discirna entre o bem e o mal; porque quem poderia julgar a este teu tão grande povo?
10 E esta palavra pareceu boa aos olhos do Senhor, que Salomão pedisse esta coisa.
11 E disse-lhe Deus: Porquanto pediste esta coisa e não pediste para ti riquezas, nem pediste a vida de teus inimigos, mas pediste para ti entendimento, para ouvir causas de juízo;
12 eis que fiz segundo as tuas palavras, eis que te dei um coração tão sábio e entendido, que antes de ti teu igual não houve, e depois de ti teu igual se não levantará.
13 E também até o que não pediste te dei, assim riquezas como glória; que não haja teu igual entre os reis, por todos os teus dias.
14 E, se andares nos meus caminhos guardando os meus estatutos e os meus mandamentos, como andou Davi, teu pai, também prolongarei os teus dias.
15 E acordou Salomão, e eis que era sonho. E veio a Jerusalém, e pôs-se perante a arca do concerto do SENHOR, e sacrificou holocaustos, e preparou sacrifícios pacíficos, e fez um banquete a todos os seus servos.


Algumas lições que aprendi nestes ricos textos bíblicos:

1. Nossos pais vão em algum momento profetizar a bênção de DEUS para nossas vidas
A quem passe pela vida e ouça palavras de maldições de seus pais, coisas do tipo: você não presta para nada, você é um peso, burro, idiota, você nunca vai ser nada etc...
Li no site do Kanitz que a auto-estima de nossos filhos está em seu devido lugar quando eles nascem, e ao passar do tempo, são os pais que são os responsáveis por tirá-lo do seu lugar.
Eu acredito que os pais interferem de modo “quase” definitivo na vida dos filhos, isso pode ser uma interferência direta ou indireta nas escolhas que seus filhos farão, que pode ser canal de bênção ou maldição, cito exemplos.
Conheço pais cujos filhos sejam casados e tem seus filhos, não permitem que estes mudem de cidade ou de país, porque querem que os mesmos estejam geograficamente limitados em seu poder de distância.
Outros que não podem exercer outras profissões, não podem casar com determinhadas pessoas porque não é de agrado dos pais.
Pais que interferem na escolha ministerial dos seus filhos, não querem que sejam missionários, pastores etc.
Pais legalistas cujos filhos pecaram, não acreditam que seus filhos possam ser perdoados a ponto de restaurar suas vidas com dignidade.
Pais que não acreditam na recuperação dos seus filhos das drogas, criminalidades e doenças.
Outros pais que interferem tanto na auto-estima de seus filhos, que estes estão impossibilitados futuramente de tomar certas escolhas, porque não possuem estrutura emocional para enfrentarem certas situações.
Pai ou mãe que traíram seus conguges vão gerar filhos com insegurança no futuro.
Pai ou mãe viciados, vão gerar filhos emocionalmente desamparados.
Mas se os pais forem a boca de DEUS para seus filhos, como Davi foi no primeiro texto acima, ele abençoou seu filho declarado por duas vezes a sabedoria na vida de Salomão; com certeza, seus filhos vão ser abençoados e abençoadores!


2. A tendência dos filhos é ainda temer mesmo sendo abençoados pelos pais
Porque os filhos estão buscando viver sua própria vida sem interferência dos pais, querem andar com seus próprios pés, e aqueles que são guiados por DEUS, vão querer sentir segurança em DEUS.
A tendência dos filhos é não ouvir as bênçãos dos seus pais principalmente nos tempos de hoje. Vejamos no velho testamento o quanto se valorizava a bênção do pai, exemplo Jacó que roubou a bênção que pertencia a seu irmão.
Cada um quer viver ao seu modo... mas se esquece de um mandamento de DEUS, honra teu pai e tua mãe para que te prolongue os dias de tua vida!

3. A comparação paraliza, a busca da própria identidade, faz avançar
O Rei Davi era grande, e essa grandeza assustava Salomão, a possível comparação entre os dois, imagino que o amendrotava. Salomão deveria buscar sua própria identidade, sua própria maneira de ser como homem e governar. Ele estava insatisfeito com aquela avaliação que fazia a seu respeito: “sou ainda menino pequeno” como diz o texto...porque a comparação que ele fazia com o pai o tornava pequeno, mas não o suficiente para morrer nesta avaliação, a busca em DEUS nesta sua crise, mudou a sua história.

4. A dependência de DEUS
A busca da sua identidade em DEUS, como uma pessoa que pudesse ter sabedoria, fez de Salomão o mais abençoado em sabedoria, poder e riquezas. O seu reino foi tão grande como o do seu pai, enquanto andou nos caminhos do SENHOR, ELE o fez prosperar em tudo.

5. A sabedoria é mais importante do que coisas
DEUS se alegrou e elogiou Salomão porque este pediu sabedoria e não riquezas.
A sabedoria ninguém compra, mas você pode comprar com sabedoria.
Melhor um coração sábio e humilde do que a avareza, qual tem sido o motivo das suas orações?
Você quer bênção sem medida? Peça a DEUS sabedoria, o que você fará com todas as riquezas do mundo se não tiver sabedoria?
Aonde estiver o teu coração, aí estará o teu tesouro.

6. A motivação das suas orações não deve ser egoísta
Salomão pediu a DEUS sabedoria para melhor julgar o povo, para melhor servir as pessoas com justiça. Será que nossos pedidos a DEUS tem sido o foco em suprimentos de nossas necessidades e de nossos desejos? Há uma grande diferença no que precisamos e do que desejamos, nem sempre o que desejamos é necessário. Mas o que é desejo de DEUS? Que amemos o próximo como nós mesmos. Salomão ao pensar no bem do seu povo, foi abençoado no que pediu e em outras coisas, em coisas que nem pediu.
Que o Senhor possa sondar nossos corações e que possa encontrar em nós esta motivação!

Textos para meditação:

Eclesiastes 2:26 Porque ao homem que é bom diante dele, dá Deus sabedoria, e conhecimento, e alegria; mas ao pecador dá trabalho, para que ele ajunte, e amontoe, e o dê ao bom perante a sua face. Também isso é vaidade e aflição de espírito.

Oséias 6:6 Porque eu quero misericórdia e não sacrifício; e o conhecimento de Deus, mais do que holocaustos.

2 Pedro 3:18 antes, crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora como no dia da eternidade. Amém!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não serão publicados comentários ofensivos nesta página.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

+ Vistos da Semana